Sintomas da Gravidez

Dicas para aliviá-los


"Não faça esforço..., não se emocione..., cuidado com a barriga..., coma aquilo..., não coma isso..., levante os pés..."

Você não deve dar ouvido a tudo que os outros falam, seja de suas vizinhas, amigas ou parentes.

É fundamental que você procure a assistência pré-natal, tão logo descubra que está grávida, e faça visitas regulares ao médico para que seja feito um acompanhamento durante toda a gestação. Somente assim você poderá obter esclarecimentos mais fiéis às suas dúvidas. Além disso, não utilize, de maneira alguma, medicamentos para combater os sintomas da gravidez sem antes consultar seu médico.

Abaixo estão relacionados os principais sintomas da gravidez e o que os provoca, assim como as respectivas dicas que podem lhe ajudar a aliviá-los.



Enjôos: Eles são provocados por mudanças hormonais. Algumas vezes, pode ocorrer vômito sem causa aparente. Os três primeiros meses da gravidez são os piores, mas raramente as náuseas continuam depois. Entretanto, nem todas as mulheres sofrem com esse inconveniente.

Dicas:

  • Siga uma dieta rica em proteínas (carne, ovos, leite e derivados) e carboidratos complexos (pão integral, cereais não refinados e legumes).

  • Evite o contato com produtos que ajudam a provocar o problema, como perfumes e principalmente os cigarros.

  • Core um limão ao meio e cheire-o.

  • Faça várias refeições durante o dia, sem exagerar, e nunca durma de estômago vazio.

  • Não escove os dentes logo após as refeições e não use creme dental, principalmente após acordar.

  • Ao acordar, saia da cama lentamente. A movimentação brusca do corpo provoca os enjôos.





Azias: A alteração dos hormônios também age sobre a musculatura do estômago e dos intestinos deixando a digestão mais lenta. Com a formação de gazes aparece a desagradável azia, que também pode ser causada pela compressão que o útero exerce sobre o estômago, geralmente nos três últimos meses. O uso dos antiácidos não ajuda muito, dando apenas um alívio momentâneo. O melhor mesmo é que você cuide da alimentação e, se o problema persistir, deve conversar com seu médico.

Dicas:

  • Coma devagar, mastigando bem.

  • Não deite logo após as refeições, ficando em pé por alguns minutos, principalmente depois do jantar.

  • Durma com um travesseiro mais alto que o comum, pois você evita que o estômago fique comprimido, facilitando a digestão.

  • Alimente-se mais vezes durante o dia e em pequenas quantidades.

  • Evite alimentos quentes e muito condimentados, frituras e produtos embutidos.

  • Controle o peso





Prisão de ventre: As Prisões de ventre (dor abdominal e dificuldade para evacuar) são provocadas pela ação da progesterona sobre os tecidos do aparelho digestivo. Os intestinos ficam mais lentos e podem aparecer cólicas. O aumento do útero também contribui para dificultar o trabalho dos intestinos.

Dicas:

  • Siga uma dieta laxante, à base de muitas folhas.

  • Aumente a ingestão de líquidos e beba, pelo menos, seis copos de água por dia.

  • Recorra ao chá de Senne, um laxante natural.

  • Coma fibras de trigo ou farelo de trigo durante as refeições.

  • Caminhe regularmente.

  • Mantenha uma dieta rica em fibras. Ameixas secas e damascos também podem ajudar





Dores nas costas: Infelizmente essas dores podem aparecer durante a gravidez, principalmente quando o abdômen está mais volumoso. Em geral, resultam da má postura já existente e da inadaptação ao novo centro de gravidade do corpo, que se modifica em razão do peso do bebê. Não é fácil mudar a postura, mesmo para quem não está grávida. Mas existem exercícios apropriados para que você diminua essas dores. De qualquer forma, é bom observar a correta postura a cada minuto do dia.

Dicas:

  • Controle o peso para não ultrapassar a recomendação médica.

  • Preste atenção à postura e nunca curve demais a coluna, tentando manter a coluna reta.

  • Nade regularmente, seguindo a orientação médica.

  • Pare de levantar pesos do chão.

  • Faça exercícios que fortaleçam a musculatura das costas

  • Sente-se com o dorso apoiado a um travesseiro e com os pés apoiados

  • Deite de lado para melhorar a circulação.

  • Durma em colchão ortopédico.

  • Não use sapatos com saltos altos.




 
 
 

 
 

 

 

 

Site atualizado em
26 de Março de 2017

Visitas Únicas:      17.549.853
Hits:               1.323.906.215
Pageviews:         267.732.922
Hyperlinks na Net:         6.325
Usuários Cadastrados: 37.900

 
 
 
 
 

 


© Copyright 2000-2017, Planeta Bebê - Todos os direitos reservados

É expressamente proibida a cópia e/ou divulgação total ou parcial do conteúdo deste site em quaisquer meios de comunicação, mesmo que a fonte seja citada.
Todo o conteúdo deste site é protegido pelas leis de direitos autorais. A violação destes direitos constitui crime e é passí­vel de ações judiciais.
Se você deseja publicar parte de algum conteúdo deste site, por favor, entre em contato com nossa redação através do e-mail redacao@planetabebe.com.br.
Fazer cópia é desleal. Seja Ético!

Este site foi desenvolvido apenas com propósitos educacionais e orientadores, portanto não pretende, em hipótese alguma, substituir uma consulta médica ou aconselhamento de um profissional de saúde qualificado. Se você ou seu filho estiver com algum problema de saúde, procure um médico de sua confiança.

Por favor, leia os Termos de Uso antes de utilizar este site. A utilização deste site indica seu total acordo com os Termos de Uso.


Anuncie no Planeta Bebê - Quem somos - Política de Privacidade - Termos de Uso
 
Powered by - Casa das Reformas
www.casadasreformas.com.br

Melhor visualizado com FireFox e Google Chrome